Ações Bolsa de Valores

Day trade: Saiba como funciona esta operação na bolsa

8 Minutos de leitura

Fazer operações na bolsa de valores tem se tornado um hábito bastante comum entre muitos brasileiros. Entre as diversas modalidades de operação utilizadas por estes operadores do mercado, uma das mais conhecidas é o day trade.

Mais arriscada do que operações de longo prazo, o day trade permite que investidores executem ordens num curto espaço de tempo. Esta operação oferece chances de obter lucros a partir de uma movimentação que se inicia e se encerra em um único dia.

Optar por esta estratégia, no entanto, requer do investidor conhecimento técnico e ciência dos riscos envolvidos.

Quer saber mais sobre esta operação? Então continue a leitura do texto para entender melhor o que é e como funciona o day trade na bolsa de valores.

O que é day trade?

O day trade é uma operação de compra e venda de ativos na bolsa de valores, com duração de um dia. O objetivo de quem opera na modalidade day trade – os chamados day traders – é obter lucros com as oscilações dos preços de um ativo ao longo de 24 horas. É feito por meio de operações curtas, que podem durar de alguns poucos minutos a algumas horas.

Ao mesmo tempo em que o day trade oferece oportunidades de rendimentos em um período curto de tempo, entretanto, esta modalidade de operação em renda variável é também

bastante arriscada – uma vez que as chances de prejuízo no curtíssimo prazo também são elevadas.

O aumento dos riscos desta operação se dá, principalmente, por conta da volatilidade normal do mercado de renda variável. Com um manejo de risco adequado e ciência dos riscos envolvidos na operação, no entanto, é possível obter bons lucros por meio da trade.

Como funciona esta operação?

A operação day trade é bastante simples de ser compreendida. Na prática, um day trade é realizado quando um especulador compra um determinado ativo financeiro durante um pregão e vende-o até o final do dia. Zerando, desta forma, sua posição com o intuito de obter rendimentos com a volatilidade dos preços ao longo da sessão. O mesmo ocorre em uma operação de venda – quando o trader busca lucrar com a queda intradiária de um ativo.

Imagine, por exemplo, que você comprou uma determinada ação na bolsa de valores às 11h por R$ 20,00. Esta ação, então, valorizou 10% ao longo do dia, alcançando o patamar dos R$ 22,00. Se você optar por vender esta mesma ação a R$ 22,00 dentro do mesmo dia, você estará realizando um day trade e lucrando R$ 2,00 nesta operação.

Em geral, as oportunidades de compra ou venda de um ativo surgem após uma cuidadosa análise técnica do mercado. Esta análise é realizada com base nos padrões gráficos e com a ajuda de indicadores diversos utilizados para projetar as próximas movimentações do mercado financeiro.

Para realizar um day trade, no entanto, é fundamental que o operador esteja atento às movimentações do mercado durante o dia – uma vez que muitos dos movimentos intradiários de alta ou queda nas ações tendem a ser muito rápidos. Assim, é necessário manter máxima atenção à operação para aumentar as chances de lucro. Acompanhar com afinco a volatilidade do ativo reduzir, também, as possibilidades de perda com o trade.

Tributação da Day Trade

É importante ressaltar também que a tributação sobre as day trade é diferente do imposto sobre outras operações. O imposto que incide sobre as operações que são iniciadas e encerradas no mesmo dia é de 20% sobre o lucro líquido. Desconta-se neste valor, também, os custos da corretagem.

O pagamento é feito via DARF e todas as operações são tributadas – independentemente do valor da operação. Em caso de prejuízo em meses anteriores, é possível abater do valor do lucro. Assim, você reduz o total a ser considerado para o cálculo final do imposto.

Tarifa de TED: Você precisa movimentar seu dinheiro entre seu banco e sua corretora – seja para investimentos, seja para retiradas -, se quiser operar no day trade. Por isso, terá também este custo por transferência eletrônica que é pago para o seu banco.

Outra taxa a ser considerada é a da corretora, que é pago por cada contrato de compra e venda. Na XP Investimentos, o custo da day trade, em casos de autoatendimento sem assessoria, é de até R$ 8 a 12 reais por ordem no pacote.

Há também as taxas cobradas pela BM&FBOVESPA – chamadas de Emolumentos – e pela CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia), e se referem às taxas de liquidação, de acordo com o volume transacionado.

Já o ISS é o imposto sobre o serviço, e é cobrado pelos serviços da corretagem. O valor fica em algo entorno de 5% da taxa de corretagem.

Para ver mais detalhes de todas as taxas, você pode consultar o site da B3 clicando aqui.

O que caracteriza o Day Trade?

Basicamente, o que caracteriza um movimento de day trade é a execução de duas ordens sobre a mesma ação em 24 horas. Logo, não importa se você compra primeiro para vender depois, ou se vende para comprar no mesmo dia; ambos os movimentos caracterizam uma day trade.

Quem pode fazer day trade na bolsa?

Qualquer pessoa com um smartphone com internet e uma conta aberta em corretora pode realizar operações de day trade. Apesar disso, é altamente recomendado que o investidor ou especulador procure aprender mais sobre o assunto antes de se arriscar no mercado.

Evite estes erros ao operar no day trade!

Qualquer um que desejar fazer operações intradiárias na bolsa, sejam novatos ou experientes, deve se atentar para uma série de erros comuns. Estes erros podem minar suas chances de obter lucros com as operações em day trade e aumentar – e muito – os riscos de suas operações.

Conheça alguns dos erros que você deve evitar cometer ao operar day trade:

1. Iniciar ou encerrar uma operação sem ter uma estratégia definida;

2. Não ter disciplina para seguir a estratégia estabelecida;

3. Buscar reverter, sem estratégia, uma eventual perda financeira resultante de outra operação;

4. Ser muito otimista com o mercado e acreditar em lucros altos sem perdas ou riscos;

5. Vender sua operação na baixa do mercado – deixando ser contagiado pelo pânico;

6. Exagerar na alavancagem e aumentar fortemente os riscos de perder não apenas o capital investido, mas também a margem de garantia da operação.

Day Trade

O que é a alavancagem no Day Trade?

A alavancagem é um tipo de operação em que você potencializa sua investida na bolsa usando recursos da corretora. Em outras palavras, é como se você pudesse pegar uma quantia emprestada da corretora para investir nas ações que você julgou lucrativas.

Assim, você multiplica seu lucro, uma vez que aumentou seu capital investido na ação escolhida. Uma parte deste lucro, é claro, vai para a corretora. Mesmo assim, a alavancagem pode ser uma ótima ferramenta se usada no momento certo e com a estratégia correta.

Mas atenção! Só use a alavancagem quando souber muito bem o que está fazendo. Ela não multiplica apenas o seu ganho quando a estratégia dá certo, ela também pode multiplicar seu prejuízo caso as coisas deem errado.

Day Trade

Vantagens e desvantagens do day trade

A principal vantagem do day trade é permitir ao trader lucrar com movimentações de curtíssimo prazo, por meio de operações que podem durar apenas poucos minutos. A possibilidade de alavancagem da operação também acaba sendo uma vantagem desta modalidade de operação – uma vez que torna o trade mais atrativo do ponto de vista financeiro.

A liberdade de realizar este tipo de atividade de qualquer lugar, a qualquer hora durante o pregão na bolsa de valores também muitas pessoas ao redor do mundo.

Porém, as desvantagens deste tipo de operação acabam caminhando lado a lado com os benefícios que ela pode trazer ao investidor. Isso porque, ao oferecer possibilidade de ganhos em pouco tempo, o day trade também expõe o trade a maiores riscos. Isto é ainda mais verdadeiro em caso de alavancagem das operações.

Um trader despreparado, sem conhecimento adequado em renda variável e sem controle emocional, não está apto para esse tipo de operação. Esse tipo de investidor acaba tendo chances muito mais significativas de perder muito dinheiro com day trade.

Por isso, se você deseja operar day trade, procure estudar mais sobre o assunto e se preparar para fazer estas operações com maior tranquilidade.

Como saber qual é a melhor corretora de investimentos para Day Trade?

Há algumas perguntas que podem orientar melhor quem procura uma corretora para fazer day tarde, as perguntas são:

· A corretora está devidamente registrada pelos órgãos competentes? · É certificada pela CETIP?

· A B3 aprovou esta corretora?

· A corretora é clara sobre suas taxas de cobrança?

· O conteúdo disponibilizado para informar os investidores é de qualidade?

· A qualidade do atendimento é satisfatória?

Se a resposta for sim para todas essas perguntas, então você já pode partir para a ação e testar na prática a eficiência dos serviços da corretora escolhida.

Day trade

 

Day trade: por onde começar?

Agora que você já conhece os riscos e os benefícios envolvidos na operação day trade, ficará muito mais fácil decidir se este tipo de operação é adequada ou não para o seu perfil.

Se você acredita que operar day trade faz sentido para você, a primeira coisa que você deve fazer é aprender sobre análise gráfica e abrir sua conta na corretora de valores.

Você pode acompanhar a produção gráfica de algumas corretoras de modo online, como na página de gráfcos da XP.

Com a volatilidade intensa da day trade, é preciso saber o que está fazendo. Dedique um bom tempo apenas estudando e testando nos simuladores virtuais para se familiarizar com o mercado. É indispensável formular e se ater a uma estratégia condizente com seu perfil e a sua carteira.

Se você já está ciente dos riscos, já abriu sua conta numa corretora confiável e já praticou simulações o suficiente, então é hora de começar a pratica pra valer.

Qual o valor mínimo para fazer Day-trade?

Não há um valor mínimo para fazer day trade. Se uma ação custa 22 reais, você pode muito bem investir apenas esta quantia somada às taxas operacionais e comprá-la. Mas, é claro, quanto menos ações, menores as suas chances de rendimento. Não vale a pena fazer day tarde quando se tem poucos recursos para investir.

Você precisa saber o que é stop loss e stop gain!

A modalidade agressiva do Day Trade é realmente muito arriscada. É por isso que existe o stop loss e o stop gain, para minimizar as perdas. Ambas são configurações no sistema geridas por um trader e executadas pela corretora, onde o investidor informa o seu limite de perda (stop loss) e o de ganho (stop gain).

Isto é, quando as ações atingem os limites pré-determinados por esta configuração optada pelo investidor, as ações são imediatamente vendidas. Esta ferramenta é essencial na modalidade day trader por dois motivos. O primeiro é que evita que o investidor fique o tempo todo acompanhando a alta e a queda das ações ao longo do dia. O segundo é que ele pode determinar, assim, os valores com que deseja vender as ações e não perderá nenhuma oportunidade.

Day Trade

Vale a pena fazer Day Trade?

A resposta a esta pergunta é pessoal. Isto é, pode valer a pena para alguns, mas não para outros. Vai depender de fatores como o perfil do investidor, o tempo e a porcentagem do retorno desejado, se o investidor possui uma reserva de emergência e etc.

No entanto, não é recomendável que investidores iniciantes e amadores, sem qualquer experiência ou estudo, pratiquem day trade. Não é prudente usar de um dinheiro adquirido com anos de trabalho em uma operação tão arriscada. Day trade é para investidores disciplinados, dedicados e atentos, dispostos a correr grandes riscos e que tenham tempo para acompanhar o mercado de perto.

Como uma assessoria de investimentos pode te ajudar a operar na day trade?

Uma boa assessoria de investimentos pode te ajudar a tomar decisões melhores. Por meio de uma análise do seu perfil de investidor – se é conservador, moderado ou agressivo -, você poderá planejar uma estratégia mais assertiva e adequada para a sua realidade.

Conheça a Valor Investimento e inicie bem seu projeto de ganhos com a bolsa de valores.

Confira nosso blog para mais informações! Fique por dentro de todas as novidades do mundo financeiro e invista com inteligência!

Posts relacionados
Educação FinanceiraAções Bolsa de Valores

5 motivos para incentivar jovens investidores a entrar na bolsa

4 Minutos de leitura
Um conselho para os jovens investidores: erre o quanto antes! Esta parece ser uma advertência intransigente, mas não é. O melhor momento…
Ações Bolsa de Valores

Leilão da bolsa: você sabe como funciona?

5 Minutos de leitura
Em seu regulamento, a bolsa de valores prevê a existência de alguns recursos para evitar distorções nos preços de ativos em situações…
Ações Bolsa de Valores

Qual o papel do Ouro na sua carteira de investimentos?

4 Minutos de leitura
Incluir o Ouro na carteira de investimentos pode ser uma escolha interessante para certos perfis de investidores. Isso porque o metal costuma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *