Investimentos

Investimentos

Taxa Selic: o que é e como investir?

Por

A taxa Selic é a taxa de juros que o governo paga para quem empresta dinheiro para ele e para empréstimos entre bancos com garantia de Títulos Públicos.

Portanto, quanto mais recursos disponíveis, maior é o consumo. E, quanto maior o consumo, maior é a demanda – o que incentiva os preços a subirem de forma exacerbada.

Quando isso ocorre, a Selic pode ficar muito elevada. Por esta razão, ela vai na direção contrária a essa lógica, a fim de controlar o volume dos recursos disponíveis e incentivar a circulação de dinheiro no país.

Assim, sua intenção principal é aquecer a economia com o aumento dos preços. Só que, dessa maneira, com essa taxa mais alta, os juros também aumentam. E, claro, o mesmo acontece com os créditos para consumidores e empresas – diminuindo o consumo desenfreado.

Como vimos, a Selic tem uma relação com a economia brasileira e como consequência com a inflação. Conheça mais dessa associação.

Selic e Inflação qual a relação?

Devemos saber que a Taxa Selic também é conhecida como taxa básica de juros, ou seja, é ela quem influência e muito o nosso cotidiano e a economia brasileira.

O COPOM (Comitê de Política Monetária) tem sempre o desafio de estabelecer, de tempos em tempos, a taxa de equilíbrio que permite a economia “respirar de forma leve”. Como o aumento da última semana para 13,25%.

No entanto, quando há um desequilíbrio na Taxa Selic, este fato tende a provocar ou um esfriamento demais (desaceleração) ou um aquecimento demais (aceleração) na economia brasileira. A inflação acontece dessa forma.

Qual a Taxa Selic Hoje?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) iniciou o mês de junho com mais uma alta de 0,5 ponto porcentual da Selic e decidiu a continuação aos dois dígitos da taxa básica de juros, que passou de 12,75% para 13,25% ao ano.

Como Investir no tesouro Selic?

O tesouro Selic é uma ótima alternativa de investimento pois oferece boas opções com ótima rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic), com diferentes prazos de vencimento e diferentes pagamentos de juros semestrais.

Os investimentos em títulos públicos podem ser feitos através de uma corretora de sua confiança ou no site do Tesouro Direto. Conheça abaixo as opções de investimento na Selic que estão disponíveis no mercado:

Lembrando, que o site do Tesouro Direto, onde foi tirado o print acima, não é um tipo de investimento, mas é o programa utilizado para viabilizar as aplicações em títulos públicos. Nele, existem diferentes tipos de aplicações disponibilizadas aos investidores como: Tesouro Prefixado, Tesouro Selic, Tesouro IPCA.

Quais os investimentos do IPCA?

Tesouro IPCA costuma ser utilizado para os investimentos a longo prazo. Ele está contido no Tesouro Direto, portanto, é um dos títulos de renda fixa que paga um juro anual somado à variação da inflação – o IPCA.

O Tesouro IPCA permite que o investidor se proteja da inflação com total segurança. É importante frisar que ao colocar seu dinheiro no investimento, você não terá o valor exato de quanto irá receber no vencimento.

Então, se manter a aplicação até a data de rendimento, você terá uma boa noção, somando o tempo de aplicação junto mais as taxas após o desconto do imposto de renda. Sem nenhuma surpresa, como prometido.

Veja abaixo os investimentos no IPCA

Caso você precise vender o seu título antes do prazo, saiba que o valor também ficará sujeito ao preço de mercado. Ou seja, dependendo do momento que a economia estará no dia, o valor de retirada poderá ser alterado.

Apesar disso, se no momento você já possui o título e pensa em negociá-lo, é possível calcular quanto ele está valendo no momento, através de sites que contam com uma calculadora de renda fixa. Basta colocar as informações básicas, como a data e taxa da compra e o título.

Então, se o seu objetivo é ganhar lucros com esse título, vale a pena seguir algumas informações primordiais. Primeiro, será necessário se cadastrar em uma corretora ou banco de investimento. Isso permitirá que você tenha acesso a uma instituição própria para isso.

Após ler esse artigo e se você se interessou em entender mais sobre o assunto. A VAI investir te convida a ler mais sobre o assunto com um artigo de como ficam os investimentos com a alta da Selic com juros de 13,25%.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.