Análise & OpiniãoAprenda a Investir

Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

8 Minutos de leitura
Planejamento e investimentos como se organizar para viajar pelo mundo 1 Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

Viajar pelo mundo é o sonho de muitas pessoas. Entretanto, alcançar esse objetivo pode ser um verdadeiro pesadelo, especialmente quando se está tentando fazê-lo com um orçamento limitado. Assim, planejar uma viagem parece uma coisa fácil para a maioria das pessoas. Mas já parou para pensar quantas vezes você teve que mudar seu destino, adiar ou então nem viajar por pura falta de planejamento? Uma viagem precisa de investimento, ainda mais se ela for em família, e é por isso que vários detalhes precisam ser observados.

Isso porque existem vários fatores a serem considerados ao avaliar uma viagem. Por exemplo, o que fazer antes de sair e o quanto precisará juntar de dinheiro para viajar sem preocupação. Assim, este guia pode ajudá-lo a se preparar para sua aventura.

Nele, você encontrará dicas sobre como viajar pelo mundo, e como se organizar para ela. Nos próximos parágrafos, você entenderá como começar a preparar a sua viagem até como criar estratégias para guardar dinheiro e fazê-lo render mais.

Ao final do post, ainda verá alternativas de destinos que valorizam nossa moeda — e que podem fazer parte do seu roteiro.

Confira!

Sumário

Como planejar uma viagem ao redor do mundo?
Como investir dinheiro para viajar pelo mundo?
Quais são os destinos que valorizam nossa moeda?

luggage g5792caf6a 1280 Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

Como planejar uma viagem ao redor do mundo?

Para começar a se organizar para viajar pelo mundo é preciso fazer um plano de viagem. Assim, você terá ideia de como será a viagem e quanto precisará para realizar seu objetivo. Logo, pode organizar a sua vida financeira para ter recursos suficientes.

Portanto, veja dicas de como fazer um planejamento de viagem e financeiro!

Liste tudo o que precisa fazer antes de viajar

Se você deseja viajar pelo mundo, existem algumas medidas que devem ser tomadas para garantir que tudo saia conforme o esperado. Uma delas é tirar o visto para determinados países. No entanto, elas podem ser facilmente esquecidas em meio a tanta empolgação.

Por isso, primeiramente, vale a pena fazer uma lista de tudo o que precisa fazer antes de viajar. Esse checklist deve contemplar, por exemplo:

  • destino e roteiro completo;
  • moeda local;
  • passaporte;
  • visto de entrada;
  • passagens;
  • aluguel de carro e hospedagem;
  • permissão internacional para dirigir;
  • vacinas exigidas pelo país;
  • seguro para viagem;
  • chip para celular;
  • itens pessoais que você levará para sua viagem, como roupas, calçados e remédios.

giphy Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

Descubra o seu perfil de viajante

Checklist feito, é hora de começar a planejar a sua viagem de fato. O primeiro passo para isso é descobrir o seu perfil de viajante — e de sua família também. Ele é importante porque é a partir dele que você escolherá o seu destino e traçará seu roteiro.

Certamente, isso impactará no valor dos recursos que precisará para realizar a sua viagem. Há diferentes perfis de viajante. Entre eles destacam-se os aventureiros, que adoram experiências inusitadas, como alpinismo e salto em penhasco.

Também há os turistas curiosos, que amam explorar os pontos históricos da cidade. Outro perfil de viajante são os amantes da gastronomia. Eles viajam pelo mundo em busca de comidas diferentes. Por isso, gostam de conhecer restaurantes renomados.

Pesquise destinos e a melhor época do ano

Escolher para onde ir é o próximo passo do processo do seu planejamento de viagem. Depois, será mais fácil decidir quanto tempo ficará em cada lugar que tem vontade de conhecer — bem como a rota que deverá tomar e os pontos turísticos que deseja explorar.

Provavelmente você tem uma longa lista de destinos. Nesse momento, é importante pesquisar sobre cada um deles, porque o clima e a rota podem riscar automaticamente alguns. E até mesmo apresentar outros destinos mais interessantes.

Portanto, ao pensar nos seus destinos de viagem considere a distância dos lugares que deseja conhecer e, principalmente, se a época do ano é favorável para visitá-los. Feito isso, é hora de montar o seu roteiro de viagem.

Monte o seu roteiro de viagem

Volte para sua lista de desejos e pense em quantos países pretende conhecer e quanto tempo durará sua viagem. Se ela ainda estiver muito grande, considere reduzi-la mais um pouco. Depois disso, crie uma linha do tempo indicando a rota que deve tomar.

Em seguida, comece a montar seu roteiro de viagem ao redor do mundo. Para tanto, pense em quanto tempo deseja ficar em cada destino. Isso será essencial para decidir quantos pontos turísticos conseguirá conhecer enquanto estiver por lá.

Então faça uma pesquisa sobre os destinos escolhidos e descubra quais são as atrações do local. Com base nela, escolha os melhores passeios — considerando, é claro, o perfil de viajante e os preços de cada um.

Calcule o dinheiro necessário para a viagem

Planejamento de viagem pronto, é hora de começar a pensar em como juntar dinheiro para viajar. Para isso, você deve, antes de tudo, prever o quanto deverá gastar nessa viagem. Portanto, calcule todos os gastos, considerando todas as pessoas que participarão.

Comece pensando nas despesas inevitáveis, como hospedagem, passagens aéreas, transporte, alimentação e seguro de viagem. Como é possível que outros tipos de gastos venham a surgir, como lembrancinhas e compras, considere o quanto você estará disposto a gastar com isso.

Como você fará uma viagem internacional, é preciso transformar esse montante de reais para outras moedas. Logo, faça uma estimativa de qual a cotação do real em relação à moeda do país no período em que estiver visitando-o.

É importante também você ter uma empresa de confiança para fazer o câmbio, ou seja, trocar o seu dinheiro. Por isso, recomendamos a Valor, onde você pode encontrar taxas super atrativas, podendo até receber o dinheiro em casa ou sacar no caixa eletrônico. Saiba mais. 

Encaixe os custos da sua viagem dentro do seu orçamento

A próxima etapa da parte do planejamento é organizar as suas finanças pessoais, ou de sua família, para ter recursos o suficiente para a sua viagem. Isso significa conhecer os seus ganhos e gastos para saber o quanto tem disponível todo mês para guardar.

Caso não tenha a quantia necessária, com essa organização financeira será possível identificar mais facilmente maneiras de economizar. Portanto, comece a listar todas as suas receitas e despesas de cada mês.

Em seguida, considere o valor total em reais previsto para a sua viagem pelo mundo e em quanto tempo ela ocorrerá. Feito isso, calcule o quanto deve guardar mensalmente até a data. Então inclua esse valor no seu planejamento financeiro, como se fosse um compromisso financeiro.

Aprenda como economizar para a sua viagem

Se, ao organizar as finanças, você perceber que não consegue separar o dinheiro que precisa para a viagem, então precisa aprender a economizar. Antes de começar, veja o quanto ainda falta para a quantia necessária e estabeleça uma meta de economia.

Feito isso, verifique quais são as despesas que podem ser reduzidas. Por exemplo, energia elétrica, água, telefone, internet, cinema, gasolina e almoços fora de casa. Ao final do mês, você verá que pequenas economias podem fazer uma grande diferença.

Caso seja necessário, considere encontrar formas alternativas de aumentar a sua renda. Para tanto, uma boa ideia é aproveitar seus conhecimentos e habilidades para transformá-los em dinheiro. Isso pode ser feito por meio de aulas particulares, treinamentos e cursos online.

Acompanhe as movimentações financeiras

Para garantir o cumprimento do seu planejamento, acompanhe as suas movimentações financeiras. Nesse momento, você pode contar com ferramentas de controle, como planilhas e aplicativos de finanças.

Com elas, é possível acompanhar seus gastos e ganhos de forma rápida e clara. Além disso, vale a pena estabelecer metas para economizar de acordo com as categorias de despesas. Quando esses limites são atingidos, o usuário é alertado.

As soluções mais completas ainda permitem inserir alertas de contas a pagar e a receber, controle dos cartões de crédito e balanço mensal. E também opções para controle dos seus investimentos de acordo com suas classificações.

Como investir dinheiro para viajar pelo mundo?

Depois de se planejar para juntar dinheiro para viajar pelo mundo, você precisará de um tempo para acumular os recursos necessários, certo? Sabia que é possível usar esse tempo de espera a seu favor?

giphy Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

Ao fazer investimentos inteligentes com o dinheiro reservado para a viagem, você poderá fazer com que ele renda. Dessa forma, poderá protegê-lo da inflação e até encontrar rendimentos que acelerem a realização do seu sonho de viajar pelo mundo.

Por isso, descubra como investir para viajar com o auxílio de um plano de investimentos!

Defina o seu perfil de investidor

Uma vez que você já tenha organizado a sua vida financeira, o próximo passo para investir para viajar pelo mundo é definir qual é o seu perfil de investidor. Afinal, é isso que determinará a quantidade de risco que está disposto a assumir.

Assim, você poderá escolher os investimentos que mais combinam com seu perfil. Existem três perfis de investidor: o conservador, o moderado e o arrojado. Pessoas conservadoras tendem a buscar por opções mais seguras para evitar eventuais prejuízos.

Por exemplo, investimentos em renda fixa, como a letra de crédito imobiliário (LCI). Já os investidores moderados arriscam um pouco mais se tiverem possibilidade de maiores ganhos. Por isso, eles costumam pensar em investimentos equilibrados.

Ou seja, eles podem investir tanto em renda fixa quanto em renda variável. E os investidores arrojados aceitam riscos maiores — se o potencial de retorno se mostrar compatível. Alguns exemplos para esse perfil são as ações e os fundos imobiliários.

Determine o seu horizonte de investimentos

O horizonte de investimentos é o prazo em que cada investidor manterá seus recursos investidos. E ele está relacionado com seus objetivos e sonhos. Nesse caso, você já tem o seu sonho bem definido: sua viagem pelo mundo.

Assim, seus investimentos devem permanecer aplicados de acordo com o tempo de espera para a sua viagem. Então pense quando ela ocorrerá. Será daqui a 2 anos? 5 anos? Depois disso, encontre opções de prazos alinhados aos seus objetivos pessoais para montar sua carteira.

Por exemplo, suponha que você deseja viajar em 2 anos. Nesta situação, o recomendado é investir em aplicações de curto ou médio prazo. E existem diversas opções que podem atender a essa necessidade, como Tesouro Selic, Tesouro prefixado, Certificado de Depósito Bancário (CDB) etc.

Escolha o investimento ideal para o seu plano

Com todos os elementos do seu planejamento definidos, é hora de escolher seus investimentos. Nesse momento, a diversificação é fundamental. Isso porque ela ajuda a proteger o seu patrimônio contra os riscos que existem no mercado.

Além disso, pode aumentar sua rentabilidade sem comprometer toda a segurança da sua carteira de investimentos. Para diversificar seu dinheiro você pode colocá-lo em diferentes opções de renda fixa ou renda variável.

No entanto, não se esqueça de compatibilizar suas escolhas com seu perfil de investidor e o horizonte de investimentos, definidos nos passos anteriores. No curto prazo, por exemplo, a renda variável traz maiores riscos de perda.

Quais são os destinos que valorizam nossa moeda?

Você sabia que algumas alternativas de destino podem eventualmente potencializar o seu dinheiro de viajante? Existem países que podem compensar financeiramente, por serem lugares onde o real está valorizado. Por exemplo, a Argentina.

giphy Planejamento e investimentos: como se organizar para viajar pelo mundo?

Por exemplo, 1 real comprava 18,94 pesos argentinos no dia 05 de setembro de 2021. No entanto, é preciso analisar a economia local e o poder de compra do cidadão no momento da sua viagem, para saber se o câmbio é realmente uma vantagem.

Imagine que, nessa mesma data, uma garrafa d’água custasse 3 reais no Brasil, enquanto em Buenos Aires a água valesse 86 pesos argentinos. Nesse caso, você precisaria de 4,5 reais para comprar uma água por lá.

Portanto, por mais que a moeda brasileira valesse mais do que a moeda argentina, o real seria desvalorizado devido ao preço dos bens de consumo de Buenos Aires. Esse cenário poderia ser diferente se a água custasse menos que 56 pesos argentinos.

Logo, vale a pena fazer essa análise antes de escolher um destino onde o real vale mais que a moeda local. Para que a troca da moeda brasileira pela estrangeira seja vantajosa, você também precisa procurar por países onde haja um mercado local para a nossa moeda.

É o caso de Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Além desses países, há outros onde o real pode valer mais — como África do Sul, Colômbia, Croácia, Egito, Filipinas, Índia, Indonésia, México, Rússia, Tailândia e Vietnã.

Depois de ler este conteúdo, você certamente conseguirá se organizar para viajar pelo mundo. Afinal, viu dicas de como fazer um planejamento de viagem e financeiro, incluindo orientações para investir e fazer o dinheiro render. Aproveite sua viagem!

Precisa de ajuda para entender investimentos? Então conte com a assessoria especializada da Valor Investimentos nesse processo!

105 posts

Sobre o autor
Thiago Goulart é o Editor da Vai Investir e do podcast Valor de Mercado. Adora praticar tênis, ler, escutar música e estar na presença de amigos e família. Graduado em Letras pela UFES e em Jornalismo pela PUC-SP, está se tornando também especialista em finanças com o MBA no tema pela PUC- RS. Com uma longa carreira em sala de aula, desenvolveu a habilidade e sensibilidade para conectar pessoas a conhecimentos. Hoje, aplica essa experiência de maneira mais específica para o mercado financeiro, por quase 3 anos sendo o principal responsável pelo desenvolvimento e curadoria de conteúdo para a Valor Investimentos e Vai Investir.
Artigos
Posts relacionados
Análise & Opinião

Como se planejar para o Lollapalooza 2022

3 Minutos de leitura
Análise & OpiniãoRenda Fixa

Renda complementar com aplicações em renda fixa

1 Minutos de leitura
Aprenda a InvestirRenda Variável

Metaverso: o que é e como investir?

4 Minutos de leitura
×
Aprenda a InvestirAnálise & Opinião

Dinheiro: quais propósitos te movem?